Em casa ou no trabalho

Nestas circunstâncias, um familiar, um amigo ou um colega de trabalho deverá contatar a nossa funerária para que possamos comunicar o sucedido ao Médico de Família, Médico Assistente ou, no caso de ser necessário, ao Delegado de Saúde da área de residência.

Caso o óbito tenha ocorrido sem a presença de alguém no local, a policia deverá ser notificada para se deslocar ao local antes do falecido ser removido do mesmo.

Poderá contar com a nossa ajuda para dar todos estes passos. Iremos, inclusive, notificar a Conservatória do Registo Civil.
Enquanto estava sob os cuidados de um profissional de saúde

Quando o ocorrido se dá, por exemplo, numa entidade hospitalar, os responsáveis pela mesma têm o dever de dar conhecimento aos familiares.

Para evitar circunstâncias aborrecidas, e a fim de dar inicio a todos os preparativos para o funeral, contacte-nos antes de se dirigir à casa mortuária do hospital.

Com a sua autorização, entraremos em contato com o hospital para abordar os procedimentos com referência ao registo do óbito.
Num lar

À Semelhança do sucedido no hospital, a entidade faz chegar aos familiares a informação sobre o acontecimento.

Posto isto, aconselhamos um imediato contato para a nossa agência com o intuito de organizar tudo, em vista a uma homenagem digna.

Estaremos, obviamente, ao dispor para orientar o que for necessário e, ainda, contatar a instituição onde ocorreu o óbito para os informar que somos a funerária responsável.
O objetivo é, não só, fazer o que é de direito como também libertá-lo ao máximo de todas as burocracias.
Noutros locais

Sucedido o óbito na sequência de um acidente, um suicídio, um crime, entre outros o procedimento a seguir será contatar a Policia de Segurança Publica ou a Guarda Nacional Republicana da respetiva área onde se verificou a ocorrência.

Após isto apenas terá que se preocupar em nos contatar, pois o restante procedimento ficará ao nosso encargo e da autoridade competente.
Essa autoridade irá comunicar a ocorrência à autoridade de saúde e delegado do

Documentos necessários

Documento(s) de identificação do falecido (inclusive contribuinte)
Cartão de Beneficiário da Segurança Social do falecido
Cartão de Eleitor do falecido
Documento(s) de identificação da pessoa responsável (inclusive contribuinte)
Documento(s) de identificação do titular e requerente dos subsidies da Segurança Social (inclusive contribuinte)

Outras informações pertinentes

O falecido deixou bens? Em caso afirmativo, quem são os seu herdeiros?
O falecido deixou testamento? Em caso afirmativo, quem é o testamenteiro?
O falecido deixou descendentes? Em caso afirmativo, algum deles é menor?
Se o falecido for casado, também será necessário identificação do cônjuge.
Caso o falecido seja viúvo, data e local do óbito do cônjuge.
Caso o falecido seja divorciado, data e local onde foi decretado o divórcio.

No caso de ainda permanecer com dúvidas, volte a contactar-nos.